Claro fixo 2 via do cartão

Pagar a segunda via da sua fatura Claro com o cartão de crédito é possível e muito simples, muitos clientes optam por essa forma de pagamento da fatura, o valor é adicionado na conta como normalmente acontece quando se efetua compras no cartão de crédito.

A operadora Claro chegou ao mercado com um a proposta diferente para os planos de telefone fixo pós pago e com isso ganhou muitos novos clientes que agora podem migrar facilmente, trocando de operadora de acordo com a Lei da portabilidade que permite usuários de uma empresa levar o número para a nova, caso deseje fazer a mudança.

Antes disso, era comum os assinantes ficarem presos as companhias telefônicas por saber que teria de mudar de numero e, para muitos é uma mudança que causa transtorno, principalmente para os profissionais liberais e autônomos. Atualmente o cliente pode mudar de operadora de telefonia sem pré e quando quiser mantendo o seu número.

Como emitir a segunda via

Acesse a página Claro fixo e preencha as informações e clique em imprimir. e clique em OK.

Claro fixo 2 via do cartão

Com a Claro o cliente pode escolher a opção especial de pagamento recorrente com o cartão de crédito. Essa modalidade de pagamento funciona parecido com o débito automático, por isso se fala em pagamento recorrente.

Ao acessar o site, busque no mapa a opção pagamento recorrente com cartão de crédito e clique em cadastrar, na página seguinte poderá preencher os dados seguindo a solicitação dos campos e a partir daí sua conta Claro fixo será debitada mensalmente na fatura do cartão de crédito.

Se a intenção for de pagar apenas uma fatura no cartão sem se comprometer com a cobrança mensal, então é preciso ligar para o setor de atendimento da operadora, 1052 e solicitar o setor financeiro ou cobrança, caso a conta da Claro já esteja vencida informando que deseja pagar com débito no cartão, apenas a fatura que está em aberto.

Cartão Carrefour soluções como quitar

Quitar o seu cartão Carrefour soluções é possível por meio da internet, o que evita transtorno com longas esperas tentando resolver por telefone e nem precisa esperar o dia em que terá tempo de comparecer a uma das lojas para falar co o setor de atendimento ao cliente, tudo pode ser resolvido à distância com total comodidade.

Com o Carrefour soluções o cliente tem muitas vantagens como descontos exclusivos nas ofertas dos supermercados que ao pagar com o cartão de crédito aumenta os pontos no programa de fidelidade que depois podem ser trocados por mercadorias ou milhas nas passagens aéreas.

Para quem deseja fazer suas compras a prazo, o parcelamento fica mais fácil de pagar e comprar. Uma das principais vantagens do cartão Carrefour é o controle do orçamento, pois são 08 formas oferecidas ao cliente para escolher como deseja pagar, pode parcelar a fatura Carrefour em até 24 vezes, desse modo o pagamento fica suave.

Cartão Carrefour soluções como quitar

O primeiro passo para regularizar o débito com o cartão Carrefour é fazer o cadastro no site para que possa navegar e utilizar todos os serviços.

No topo da página clique em SERVIÇOS, depois em Faça seu login na página seguinte onde está informando o campo para que  já é cliente.

Uma nova página será aberta, clique na pergunta primeiro acesso, em seguida verá o formulário de cadastro.

Digite o número do CPF, e-mail, confirme o e-mail repetindo, informe telefone celular com DDD e escolha como deseja receber informações Carrefour.

Dados do cartão; insira o número do seu cartão de crédito Carrefour, nome conforme está impresso no cartão seguido da  data de nascimento do titular e data de vencimento de validade, essa informação está no cartão, crie uma senha de acesso. Clique em cadastrar e pronto, seu cadastro está realizado.

Com o cadastro efetuado basta inserir e-mail e senha para acessar sua conta de cliente para emitir o boleto e quitar.

Como ganhar dinheiro na faculdade: 5 formas de conseguir renda estudando

Agora que você conquistou a tão sonhada aprovação, é hora de dar o primeiro passo no mundo acadêmico e no mercado de trabalho. Para isso, a melhor forma para conciliar a teoria da sala de aula e ter os primeiros contatos com a prática do dia a dia da profissão é vivenciando a própria rotina profissional. 

A melhor forma adquirir experiências e ainda ganhar dinheiro na faculdade é através de bolsas de estudo, estágios, trabalhos de meio período ou até mesmo trabalhando de casa. Para te auxiliar nesse processo, neste post vamos compartilhar cinco formas de como ganhar dinheiro na faculdade. Confira! 

Dica 1: Faça um estágio

Realizar um estágio remunerado é uma das melhores opções de como ganhar dinheiro na faculdade. Apesar dos valores oferecidos não serem muito altos, trata-se de uma grande oportunidade para ingressar no mercado de trabalho, tanto para ganhar experiência, quanto para estabelecer contatos profissionais.

Para quem está recém iniciando a faculdade, ainda nos primeiros semestres, pode ser um pouco mais difícil de conseguir um estágio remunerado, mas jamais impossível. Procure os centros de coordenação do seu curso e se informe sobre as oportunidades de estágios, demonstre o seu interesse para os professores e procure o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) da sua cidade.

Dica 2: Conquiste uma bolsa de estudo

As bolsas de estudo, principalmente as bolsas de iniciação científica, são uma oportunidade para quem busca alternativas de  como ganhar dinheiro na faculdade. Algumas instituições de ensino ofertam as bolsas como um incentivo para os seus estudantes. Há também diversas empresas que oferecem bolsas para os seus estagiários, jovens aprendizes e colaboradores.

Por outro lado, para quem pretende concluir a graduação e seguir na carreira acadêmica, cursando mestrado, doutorado e pós-doutorado, por exemplo, as bolsas de iniciação científica são a escolha certa. Há diversos programas, como as bolsas de iniciação científica oferecidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que foram criadas justamente para incentivar os estudantes a terem um primeiro contato no ambiente de pesquisa científica enquanto estão na graduação.

Dica 3: Seja monitor da faculdade

Se você já passou dos primeiros semestres, uma boa oportunidade de como ganhar dinheiro na faculdade é trabalhando como monitor de alguma disciplina do seu curso ou de algum departamento administrativo ou, ainda, como monitor de laboratórios. 

Normalmente, as instituições de ensino selecionam os seus acadêmicos para serem monitores e, em contrapartida, oferecem descontos nas mensalidades ou até mesmo bolsas de estudos que podem chegar no valor de um salário mínimo.

Como essas oportunidades de monitoria são oferecidas pela faculdade, elas se adequam bem aos horários das aulas e, sem dúvidas, são uma experiência valiosa para o futuro profissional dos acadêmicos. 

Dica 4: Pegue trabalhos temporários ou aos finais de semana

Outra dica de como ganhar dinheiro na faculdade é arrumando um trabalho temporário ou de final de semana, os também conhecidos “bicos” ou “serviços extras”. Procure na internet, nos sites de redes sociais, nos jornais e comente com os seus amigos sobre a sua vontade de fazer uma grana extra. O ideal é preparar um bom currículo destacando as suas habilidades para encaminhar para as empresas que você gostaria de trabalhar, deixando claro a sua disponibilidade para atuar em determinados períodos e nos finais de semana.

Dica 5: Trabalhe meio período ou como freelancer

Para encerrar a nossas dicas, uma boa opção de como ganhar dinheiro na faculdade é trabalhando como freelancer ou como “freela”, que é o termo mais conhecido para quem é profissional liberal e presta serviços de forma autônoma para empresas ou pessoas, por determinados períodos de tempo ou por trabalho específico.

Essa modalidade de trabalho tem ganho cada vez mais adeptos, pois proporciona uma maior flexibilidade e autonomia, podendo também, em alguns casos, até pagar mais do que um emprego formal. 

No entanto, se por um lado o profissional pode fazer o seu próprio horário e trabalhar de onde e como bem entender, deve ter consciência que a sua produção vai variar conforme a sua disponibilidade e dedicação. Já por outro lado, alguns trabalhos podem ser curtos, o que faz com que o profissional não tenha uma estabilidade financeira e, portanto, se faz necessário sempre buscar novos clientes e ter um planejamento financeiro organizado.

Saiba que para entrar nesse mercado não precisa ter a graduação concluída, porém o ideal é que você crie um portfólio com algumas amostras do seu trabalho para que você consiga divulgá-lo e para os seus possíveis cliente possam conhecer o seu modelo de trabalho e estilo de produção.

Então, o que achou do nosso post com dicas de como ganhar dinheiro na faculdade? Há diversas opções para te ajudar a ganhar uma graninha extra e sem interferir nos seus estudos. Qual outra forma você conhece e que ficou de fora da nossa lista? Compartilha com a gente a sua experiência.

Conheça algumas informações importantes da pensão alimentícia

A tarefa de ser um dos principais responsáveis por cobrir financeiramente as necessidades de alguém vem também com muitas dúvidas. Por isso, selecionamos algumas questões que podem ajudar a entender alguns aspectos da pensão alimentícia.

Neste artigo, apresentaremos algumas informações para, justamente, aquelas pessoas que são responsáveis pelo pagamento da pensão alimentícia, seja ela para filhos ou para ex-cônjuges.

A pensão alimentícia não é um valor apenas para compra de alimentos, com o nome sugere. Ela, na verdade, envolve todas as necessidades que o alimentando (o beneficiário da pensão) possui: escola ou faculdade, lazer, plano de saúde etc.

Continue a leitura deste artigo e elimine as principais dúvidas que os alimentantes (os que pagam a pensão) costumam ter.

Quanto do salário será destinado para pagamento da pensão?

Não é possível prever. O cálculo será feito a partir do seu salário, das suas necessidades e das necessidades do alimentando.

Para que seja feita uma análise justa, a melhor maneira de fixar o valor da pensão alimentícia é feita pelo juiz. Ou seja: de forma judicial. Isso garante que tudo seja estabelecido legalmente.

O salário aumentou, o valor da pensão aumenta também?

Inúmeras mercadorias e serviços têm o preço estabelecido a partir do salário mínimo, então pode ser que sim, mas não é regra, pois geralmente a pensão é fixada em porcentagens, logo, na medida em que o salário aumenta, a pensão também aumenta. O aumento da pensão acontecerá quando houver comprovação no aumento das despesas.

Meu filho (a) completou 18 anos, posso parar de pagar pensão?

Não, para parar de pagar a pensão, é necessária a autorização judicial, antes de entrar com essa ação, para avaliar a probabilidade de êxito é preciso avaliar alguns pontos, por exemplo: se o seu filho (a) estiver matriculado em um curso profissionalizante ou de nível superior, geralmente a pensão deverá ser paga até os 24 anos de idade.

A exoneração do pagamento da pensão deve ser feita por vias judiciais. Então, quando chegar o momento em que você considera que o seu dependente está apto para arcar com as próprias despesas, você deve fazer a solicitação dessa desobrigação ao juiz.

Ex-cônjuge casou, continuo pagando pensão?

Se você faz pagamento de pensão para o (a) ex-cônjuge saiba que, no momento em que ele (a) entrar em um novo relacionamento estável ou se casar, você está juridicamente livre de fazer novos pagamentos. Namoros não tiram essa obrigação.

Esteja ciente de que o novo casamento do seu ex ou da sua ex não lhe tira da obrigação de continuar pagando pensão para os filhos da relação de vocês.

Posso pegar a guarda do meu filho ou da minha filha para receber pensão?

Você pode tentar a guarda do (a) menor por vários motivos, mas não necessariamente você receberá pensão. Tanto para a guarda quanto para solicitar pensão serão necessários novos processos judiciais. Não considere que o valor pago por você será o mesmo pago pela outra parte.

O que fazer quando atrasar a pensão?

Primeiro, entre em contato com o alimentando ou com a pessoa responsável por gerir o valor da pensão. Justificar o atraso é o primeiro, o mais responsável e o mais sensato dos passos.

Se o pagamento não foi feito e a Justiça for informada sobre o atraso, o juiz dará o prazo de 03 dias para que a (s) parcela (s) atrasada (s) seja (m) quitada (s). Caso você não tenha condições de fazer o pagamento, você deve comprovar essa impossibilidade ou enfrentará problemas como:

-Nome sujo: com 1 mês de atraso o seu nome já pode ser incluso no SPC e no SERASA.

-Prisão em regime fechado: no primeiro mês de atraso o juiz já pode considerar a prisão como uma possibilidade para agilizar o pagamento. Nesse cenário, o devedor fica em uma cela com outros presos na mesma situação e só será solto após o pagamento da dívida.

-Desconto na folha de pagamento: o juiz pode determinar que as parcelas em atraso sejam descontadas diretamente na folha de pagamento do alimentante, não podendo ultrapassar 50% do valor dessa.

Pais separados: quem deve pagar a pensão?

Judicialmente não há uma obrigação de quem deve arcar com essa verba, porém é comum que em caso de divórcio, que aquele que não possui a guarda o faça.

Esse entendimento parte do pressuposto de que, quem possui a guarda, além de se dedicar ao filho na maior parte do tempo, também é quem arca com as despesas do cotidiano, mas isso também não é regra. É preciso analisar a situação financeira dos pais e as necessidades das crianças, e isso apenas o juiz será capaz de fazer.

Fiquei desempregado, devo pagar pensão?

Sim. O pagamento da pensão deve continuar sendo feito. Se você o interromper sem justificar, pode ser entendido como um atraso e pode resultar nas consequências que citamos no tópico anterior. Para evitar que o alimentante passe por momentos de necessidade e que a situação tome uma proporção muito maior, procure um advogado ou vá até o Órgão em que a pensão foi fixada para que um valor compatível com a situação atual seja estabelecido.

Lembre-se de que o desemprego não tira a obrigação de pagar pensão.

Minha ex está gestante, devo pagar pensão?

Sim. A Lei conhecida como Lei dos Alimentos Gravídicos prevê que a gestante receba um valor suficiente para auxiliar ou cobrir as despesas durante a gravidez: exames, alimentação direcionada, assistência médica e psicológica, medicamentos, parto etc.

Embora leve o nome de “Alimentos” na Lei, assim como a pensão alimentícia, ela abarca tudo que é necessário para o bem-estar do nascituro.

Você ainda tema alguma dúvida sobre esse tema? Entre em contato conosco que tentaremos ajudar da melhor maneira!

Aviso: Em caso de republicação deste artigo em outros blogs, devem ser mantidos os links do texto e este aviso.

Simular Empréstimos: 3 Formas de simular empréstimo na internet

Simular empréstimos. Tem o desejo ou necessidade de contratar um empréstimo, mas queria saber primeiro o quanto você precisará pagar?

Saiba que é possível simular empréstimos diretamente pela internet sem sair do conforto de sua casa.

Já passou a época onde, para conseguir um empréstimo ou apenas simular empréstimos você precisava sair de casa e ir até uma agência física.

O avanço da tecnologia e principalmente o aumento da facilidade do acesso à internet tornaram essa necessidade de sair de casa coisa do século passado.

3 formas de simular empréstimos

Existe atualmente basicamente 3 formas de se simular empréstimos pela internet.

Essas 3 formas de simular empréstimos são:

  1. No site do seu banco;
  2. No site da empresa de crédito;
  3. Em sites especializados.

Abaixo falaremos mais sobre essas 3 formas.

1. No site do seu banco

Se você é correntista de um banco essa pode ser a forma mais fácil de simular empréstimos.

Você pode entrar diretamente pelo site do banco onde é correntista ou mesmo pelo App do seu banco.

Por padrão, no site ou aplicativo existirá uma aba para você simular / contratar um empréstimo.

Lá você poderá simular empréstimos de todas as formas e valores que desejar, variando, por exemplo, o número de parcelas.

2. No site da empresa de crédito

Não são apenas os bancos que disponibilizam empréstimos. Existem empresas especializadas em oferecer esse ‘produto’.

Como é uma empresa e não um banco, não existe a necessidade de você ser correntista (afinal, nem tem como mesmo).

Você pode simular empréstimos pelos sites das mais variadas empresas de crédito. A simulação nesses sites costuma ser bem transparentes.

Nela você também pode simular valores e parcelas para atender a sua necessidade.

A vantagem é que como você não está ‘atrelado’ a empresa pode escolher a que tenha menores juros ou que ofereçam melhores formas de pagamento.

3. Em sites especializados

Atualmente existem sites especializados em simular empréstimos.

Neles você ganha tempo (em relação ao item 2 dessa lista) pois encontra todas as opções de empréstimos em um só lugar.

Basicamente esses sites funcionam assim:

Você adiciona os dados que necessita, por exemplo, o valor do empréstimo e a quantidade de parcelas.

O site por sua vez retorna com uma simulação de vários sites de empréstimos.

Dessa forma você tem uma lista de simulações em sua tela, podendo escolher rapidamente a que melhor cabe no seu bolso.

Gostou das dicas sobre simular empréstimos? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

Taxa de câmbio: O que você precisa saber

Viajar e conhecer países mundo afora é o sonho de todos. Entretanto, para que possa fazer isso da forma mais tranquila possível, é necessário ter alguns conhecimentos sobre o país que pretende visitar.

Desse modo, um assunto importante de saber é a taxa de câmbio, que controla os preços de cada moeda em relação umas com as outras. No caso do Brasil, as moedas mais importantes de serem analisadas são o dólar e o euro, moedas predominantes em grande parte da América e da Europa.

Confira algumas informações sobre taxa de câmbio que vão deixar sua viagem mais tranquila.

Crise econômica afeta taxa de câmbio

Tendo em vista que o valor de uma moeda em comparação a outra depende de diversos fatores, um deles é a situação econômica dos países. De um modo geral, quando um país está em recessão, as demais moedas tendem a aumentar sua cotação.

Além disso, outro fator importante é a política de taxa de câmbio no país. Geralmente são três modelos utilizados: câmbio fixo, câmbio flutuante, e câmbio não flutuante.

Portanto, as principais economias mundiais utilizam esses modelos para a taxa de câmbio. Atualmente o Brasil aplica o câmbio flutuante, que é quando a situação do mercado internacional interfere no valor do câmbio no Brasil.

Taxa de câmbio na compra e venda

Além de interferir na viagem para outros países, a taxa de câmbio também é importante para definir parâmetros de compra e venda de produtos e equipamentos.

Na indústria, é bastante comum se utilizar do mercado externo para adquirir equipamentos e máquinas por um valor mais em conta. Entretanto, em casos onde a moeda estrangeira está mais alta do que o normal, a compra também sofre variações no preço, podendo ser menos interessante.

Por outro lado, para fabricantes que vendem os seus produtos para fora do Brasil, é interessante que outras moedas estejam mais valorizadas na taxa de câmbio Isso porque, sendo pago em dólar, o produto pode ser vendido por um preço ainda maior.

 

Consultar CPF: Veja como fazer a consulta do CPF no Serasa

O SERASA é uma das empresas de proteção ao crédito mais conceituadas. É nele que ficam os registros de negativações bancárias ou de instituições financeiras. Por isso, se você estiver com alguma restrição ou negativação vinda de um banco ou instituição financeira, é no SERASA que estará o seu registro.

Por isso, o SERASA criou uma forma de consultar CPF muito simples e que qualquer pessoa tem acesso. Mas lembre-se, consultar CPF desta forma não lhe mostrará onde você está com restrição, para consultar CPF com esse intuito, é importante pagar uma consulta e verificar as restrições.

O SERASA criou o site SERASA SCORE. Neste site, você pode consultar CPF e verificar o seu SCORE, ou pontuação.

O que seria essa pontuação e o que essa pontuação define?

Essa pontuação é muito importante, já que é ela quem define se você é um bom pagador ou não. Quanto mais alta a sua pontuação, melhor pagador você é, e quanto menor a sua pontuação, o contrário, pior pagador você é. A pontuação vai de 0 a 1000 (sendo zero a pontuação menor e 1000 a maior).

E como ter uma pontuação boa no SERASA?

Para consultar CPF e ter aquela pontuação linda, existem alguns critérios a seguir. Não quer dizer que você deve comprar à vista e dispensar o crédito, não. Para se ter uma boa pontuação no SERASA é importante cumprir com os parcelamentos, não ter muitas consultas de crédito.

Essas suas sugestões são as mais comuns, e talvez as mais importantes para se ter uma boa pontuação, por quê?

Quando você atrasa um parcelamento, as empresas e as instituições financeiras fazem consultas de alerta, verificam se há alguma negativação posterior a compra. Elas fazem isso para entender se foi um golpe ou um revés financeiro. Quanto às muitas consultas no seu nome para não denotar que você está querendo comprar muito em um curto período e assim comprometer o seu ganho mensal. O que poderia levar ao não pagamento das parcelas já existentes.

Máquina de cartão de crédito: 4 melhores opções do mercado

Ter no seu estabelecimento comercial a melhor máquina de cartão de crédito é a chave para aproveitar todos os benefícios que esse aparelho oferece. Com ela, você poderá ter acesso a tarifas baratas, praticidade e flexibilidade.

Pensando nisso, elaboramos uma lista com as melhores máquinas do mercado, confira e contrate hoje mesmo uma para sua pequena ou grande empresa. Confira:

Máquina de cartão de crédito: Cielo

A máquina de cartão de crédito da Cielo é considerada a melhor opção do mercado. Isso não poderia ser diferente, pois ela aceita mais de 20 bandeiras de cartões e é sem fio. Os clientes que optam pelo plano livre, não precisam pagar aluguel, porém é cobrada uma taxa por cada transação.

Máquina de cartão de crédito: Cielo Zip

A Cielo Zip é uma máquina de cartão de crédito diferenciada da primeira opção. O principal motivo é que ela tem um formato compacto e portátil por não precisar de conexão ao celular e ainda aceitar mais de 70 bandeiras. Nessa modalidade, o cliente precisa comprar a maqueneta, evitando o pagamento de mensalidades.

Máquina de cartão de crédito: Getnet Superget Compra

Essa máquina de cartão de crédito da Getnet também é uma das melhores do mercado. Ela existe na modalidade com Wi-Fi, chip ou chip 3G estes últimos contam com plano de dados gratuitos. Diferente das demais, não é preciso pagar taxas de adesão e nem é necessário celular para ligar.

Máquina de cartão de crédito: Moderninha Smart Pagseguro

A Moderninha Smart é a máquina de cartão de crédito da Pagseguro no qual não é necessário pagar aluguel ou qualquer taxa de adesão. Ao comprar a maquininha, o cliente conta com benefícios como a garantia de 5 anos, conta digital gratuita e plano 4G gratuito.

Benefícios que são oferecidos por poucas empresas nesse segmento de mercado.

Máquina de cartão: 9 melhores opções do mercado

A utilização de dinheiro em papel está cada vez mais escassa no mercado. Os cartões são em sua grande maioria e forma mais utilizada ao fazer um pagamento. Por isso, os empresários brasileiros estão sempre em busca das melhores máquina de cartão, que ofereçam eficiência ao cobrar dinheiro e, ao mesmo tempo segurança ao usuário.

A máquina de cartão, além de oferecer praticidade, garantem ao cliente o parcelamento de suas compras, algo que hoje é muito procurado pelos clientes. E isso, para um comércio pequeno ou trabalhador autônomo oferecer é uma grande vantagem.

Se você é um desses empresários que está buscando a sua máquina de cartão, você já deve saber que existem diversas opções no mercado, não é mesmo? Por esse motivo, acaba ficando difícil de escolher de forma fácil, o medo de adquirir uma que não seja tão vantajosa é grande. É pensando em você, que vamos te mostrar as melhores opções de máquina de cartão do mercado.

Melhores opções de máquina de cartão do mercado

  1. Cielo Máquina: Aceita mais de 20 bandeiras de cartões diferentes e funciona sem fio.
  2. Cielo Zip: Compacta, ela aceita mais de 70 bandeiras de cartões e não precisa de celular.
  3. Cielo Lio +: União de smartphone e maquininha de cartão, ela funciona com dual chip 4G + Wi-Fi.
  4. Rede Maquininha de Cartao sem fio: conta com espaço de bobina para imprimir comprovantes.
  5. Rede Maquininha sem bobina: funciona com um chip e sem precisar do celular. Aceita mais de 20 bandeiras de cartões.
  6. Getnet Superget Compra: Existe a opção de escolher a maquininha com chip ou com chip 3G e Wi-F
  7. Getnet Solução TEF: É perfeita para alto fluxo de vendas, já que possui sistema TEF integrado à automação comercial.
  8. Izettle: Rápida e eficiente, ela pode ser conectada ao celular via Bluetooth.
  9. SumUp Top: Não há mensalidade, o cliente apenas compra a máquinaque aceita diferentes cartões.

Como negociar sua divida pela internet?

Você sabia que o Serasa possui um plataforma online para negociação de dividas?

Até o presente momento, mais de 3 milhões de pessoas já se beneficiaram do sistema de negociação do Serasa Consumidor. Se você tem pendências com bancos e financeiras, pode usar o sistema do Serasa para negociar sua divida sem sair de casa. Veja como…

O sistema de negociação de dividas do Serasa, conta com a colaboração dos mais diversos bancos do Brasil. Assim, ao se cadastrar no sistema, você pode encontrar o seu banco credor, assim como sua divida ativa.

Antes de negociar sua divida, você deve saber que cada banco possui suas próprias diretrizes para negociação através da plataforma. A plataforma do Serasa não pode interferir na negociação, sendo apenas uma ponte entre o consumidor e o credor para aproximar ambas as partes.

Como usar o sistema de negociação?

  1. O primeiro passo é criar sua conta no portal Serasa Consumidor;
  2. Clique em consulta CPF e veja quais sãos suas dividas;
  3. Ao localizar sua divida com o banco, clique em “Ver Oferta”;
  4. Veja quais sãos as condições proposta pelo banco e analise cuidadosamente antes de aceitar. Veja o valor da proposta, juros e muitas, acréscimos e clique em simular para ver o valor das parcelas.
  5. Veja quais condições estão mais próximas da sua realidade e escolha uma.
  6. Após escolher o tipo de pagamento, confirme a negociação e clique em “gerar boleto”

Depois de gerar seu boleto, você terá o prazo de 72 horas para pagamento. Lembre-se que o não pagamento deste boleto, pode implicar no cancelamento da negociação.

Meu banco não aparece no sistema e agora?

Se você não localizou o banco onde possui divida no site, você pode fazer a consulta do seu CPF através do portal Serasa consumidor. Nesta consulta, você terá acesso aos dados do banco e pode entrar em contato ou ir direto a uma agencia para negociar sua divida.